Piadas de Bêbados

Piadas de Bêbados

O bêbado entra no ônibus e senta ao lado de um padre. O padre olha para ele com aquele ar de piedade próprio dos verdadeiros santos e diz:
— Você não vê que esse é o caminho pro inferno, meu filho?
— Desgraçaaa! — diz o bêbado. — Peguei ônibus errado outra vez

O bêbado entra num bar e grita:
- Feliz Natal! Feliz Natal!
- Você está maluco? – intervém o dono do bar.
- Nós estamos em fevereiro!
E o bêbado:
- Fevereiro?!Mas já?? É hoje que eu apanho quando chegar em casa!

Ritual de batismo. O pastor afunda a cabeça do fiel dentro de um tonel cheio d'água e pergunta:
— Você viu Jesus?
— Sim! — responde o fiel.
— Aleluia, irmãos! — gritam todos.
Chega o próximo.
— Você viu Jesus?
— Sim!
— Aleluia, irmãos!

O bebum cortava caminho pelo cemitério quando ouve uma voz abafada:

— Socorro... eu não estou morto, me tirem daqui...

O bêbado identifica de onde vem o grito abafado e vê uma mão saindo pela terra. Então começa a pisar nela:

— Mentira! Você está é mal enterrado!

Na cidadezinha um carro de som anunciava:
- Venha conhecer a vaca fenômeno! Não percam, hoje é o último dia para conhecer a vaca fenômeno! Apenas 20 reais!
O bêbado ouve aquilo e resolve perguntar para o dono do botequim:
- Por que essa vaca aí é fenômeno?

O malandro chega numa festa com aquele jeitinho e convence o porteiro a entrar sem pagar. Diz ele que depois recompensaria o porteiro. Entrou de fininho e curtiu a festa como pode. Na saída, encostou no leão de chácara e colocou a mão no bolso do porteiro, dizendo:

Por que será que é mais fácil frequentar um bar do que uma academia?
Para resolver esse grande dilema, foi necessário frequentar os dois (o bar e a academia) por uma semana.
Vejam o resultado desta importante pesquisa:

Enxotado de casa pela mulher, que não tava a fim de dormir cheirando bafo de pinga, vai a um beco,acaba dormindo no chão e tem o relógio roubado. No dia seguinte, já curado da manguaça, ao andar pela rua, vê um cara usando o seu relógio, e se aproxima dele dizendo :

O sujeito estava no bar e próximo a ele um bêbado dormia numa mesa. De vinte em vinte minutos o dono do bar chegava no tonto, dava uma chacoalhada no infeliz e gritava:
- Acordaaaaaa! Depois da terceira ou quarta vez, o cara não agüentou e chamou o dono: