• Twitter
  • Facebook
  • Google+
  • RSS

50 anos depois...

50 anos depois...

Numa mega operação, a Interpol conseguiu de uma só vez prender os três maiores criminosos do mundo: um brasileiro, um alemão e um português. Depois de um longo julgamento, os réus foram sentenciados pelo juiz a pena de 50 anos e numa solitária, sem direito a nunca sair da cela! O juiz ao ver os réus muito frustados e desolados com a sentença cruel, resolveu dar um pouco de corforto a eles, porque apesar de serem os maiores bandidos do mundo são humanos. Propos então um pedido a cada um deles, que pudesse levar junto a cela qualquer coisa do mundo para passar esses 50 anos um pouco menos desconfortávis. Então o Juiz começou a perguntar o que cada um desejava levar junto para a solitária:

- Brasileiro, o que deseja levar consigo para a cela?
- Uma duzia de putas esta ótimo.
- Alemão, o que deseja levar consigo para a cela?
- Olha meu senhor, adoro muito ler, uma biblioteca.
- Português, o que deseja levar consigo para a cela?

O português pensou e pensou, não gostava de muita coisa, até que depois de pensar muito respondeu:

- Querido Juiz, hora pois, meu único gosto na vida é fumar quero um estoque de cigarros que dure por cinquenta anos.

O Juiz então sem pensar muito respondeu: Que os desejos dos detentos sejam realizados, e que não seja levado com eles absolutamente mais nada do que foi pedido!!

Após a ordenm do Juiz todos os réus foram devidamente encarcerados em suas celas solitárias junto com os desejos que pediram ao Juiz.

Cinquenta anos depois de serem encarcerados, uma a uma as celas começaram a ser abertas:

A primeira foi do brasileiro. Quando abriram a cela, se depararam com uma multidão de pessoas! Era o réu, seis mulheres muitos velhas, trinta homems e trinta mulheres e duzentas crianças! O brasileiro gritou lá de dentro no meio daquele mundarel de gente:

- Puta que pariu!! Esqueci de pedir que mandassem camisihas junto com essas putas!!

A segunda foi do alemão. Ao abrirem a cela se depararam com o alemão de cabeça baixa e muito triste em meio a uma montueira de livros que logo falou em voz tremula ao carcereiro:

- Os cinco primeiros anos lendo até que foi tudo bem, mas esqueci de pedir um óculos para ler todo este acervo e acabei ficando cego de tanto forçar a visão...

Por ultimo foram a cela do português. Ao abrirem o portugues saiu correndo da cela desesperado com um cigarro apagado na boca:

- POR FAVOR ALGUÉM EMPRESTE O FOGO!! ESQUECI DE PEDIR CAIXAS DE FÓSFORO!!!

Autor: 

Piadas Relacionadas

O Joaquim estava caçando perto de um morro no Rio de...
Manuel está tomando banho, e grita para Maria:- Ô Maria, me...
O português estava dirigindo em uma estrada, quando viu uma...
A portuguesinha de 10 anos vai pescar com o pai no lago e...
Um pedreiro português, no meio da obra, liga para casa e...

Assine nosso boletim

Assine o Boletim de Piadas